sábado, 31 de outubro de 2015

VOCÊ ME LEVA AO DESERTO

Esta é uma bela canção   INTERPRETADA pela irmã  Thamires Garcia
Ministérío Zoe

LEIA E ESCUTE:

Eu calei minha tristeza olhando nos teus olhos
E afoguei as minhas lagrimas no teu peito
Eu coloquei os meus desejos nos teus sonhos
Não sei mais viver sem ti
Estou seguindo meu caminho, me guio por teus passos
Minha vontade eu apoiei na tua lei
Na tua identidade eu descobri quem sou
Você me atraiu com cordas de amor
Você me leva ao deserto pra falar de amor
Me deixa passar pelo vale pra mostrar que está comigo
Me põe no meio da tempestade, pinta um arco íris
Pra me dizer no fim que a tua fidelidade não acabou
Profundo é a profundidade das riquezas
Da glória que do céu desceu
Em nosso meio habitou em graça e em verdade
Pra me mostrar que em Deus eu tenho um pai
Eu achei meu esconderijo debaixo de tuas asas
Na rocha minha casa eu construí
E nem o vento poderá me derrubar
Eu encontrei, o meu lugar em ti
Você me leva ao deserto pra falar, de amor
Me deixa passar pelo vale pra mostrar que está comigo
Me põe no meio da tempestade, pinta um arco íris
Pra me dizer no fim.. Ohhhhh
Você me leva ao deserto pra falar de amor
Me deixa passar pelo vale pra mostrar que estás comigo
Me põe no meio da tempestade, pinta um arco íris
Pra me dizer no fim, que a tua fidelidade não acabou






terça-feira, 6 de outubro de 2015

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

A IMPORTÂNCIA DA LEITURA

Confira os principais motivos para introduzir o hábito de leitura na sua rotina
Publicado no Universia Brasil
A leitura traz uma série de benefícios. Além de aumentar o repertório cultural e aprimorar as habilidades verbais e escritas, os livros têm a capacidade de acalmar o leitor, diminuindo o estresse acumulado ao longo da semana de trabalho. Por isso, o hábito de ler deve ser mantido, mesmo em meio à correria do dia a dia.
Pensando nisso, confira a seguir 5 motivos para nunca abandonar a leitura:
1 – Aumenta a memorização
A leitura aumenta a capacidade de memorização, na medida em que, ao longo da história, você acaba guardando nomes de personagens, lugares e momentos importantes. Quanto mais livros forem lidos, maior a capacidade mental para memorizar fatos importantes.
2 – Aumenta o repertório cultural
Quanto mais frequente for a sua leitura, mais assuntos você terá para conversar com os seus amigos.
3 – Estimula a imaginação e a criatividade
Os livros conseguem despertar a imaginação do leitor estimulando a criatividade. Gêneros como literatura de fantasia e ficção científica são bons exemplos de leituras que estimulam pensamentos criativos.
4 – Melhora a comunicação verbal
Está comprovado que a leitura aprimora as habilidades verbais. Ler bastante, inclusive em outros idiomas, permite conhecer palavras diferentes e aumentar o vocabulário.
5 – Melhora a escrita
Outra consequência positiva da leitura é o aprimoramento da escrita. Quanto mais textos você ler, melhor será o seu conhecimento sobre a grafia das palavras.

terça-feira, 21 de abril de 2015

ORAÇÃO EM LINGUAS

 Seminário VIDA NO ESPIRITO
“Oração em línguas”
Pr. Josenildo Carlos N. Ferreira

Temos aqui os tópicos do que foi ministrado no Seminário e estudo bíblico “Vida no Espírito” bem como os textos bíblicos para que você possa estudar tirando dúvidas, e ser mais consolidado (a) no ensino que recebeu. Que o nosso ABA (PAI Eterno) continue ti abençoando muito.

São João 3:7,8 – Jesus conversa com Nicodemos e dentre outras coisas diz que os nascidos de novo é como o vento. O vento é um milagre; não o vemos, mas o percebemos agindo. Não sabemos de onde vem, nem para aonde vai. O nascido de novo tem um novo espirito. Não pode ser visto, mas está lá, a obra miraculosa da regeneração que foi realizada pelo Espirito Santo no intimo daquele que creu.
- Os filhos de Deus são chamados para viverem no Espirito.
- O que Deus criou primeiro no homem foi o espirito. (Zacarias 12:1; Jó 32:8; Eclesiastes 12:7).
- Ao formar o boneco de barro Deus injeta (o termo bíblico é soprar) o seu gene que é a unidade funcional da hereditariedade no homem. Deus introduz a vida espiritual e biológica.
- Adão, antes do pecado, estava 100% conectado com Deus, com o pecado, veio logo a morte espiritual o distanciamento do Pai.
- O que herdamos de Adão? Herdamos o corpo físico, a alma (vontades, mente, emoção e ainda “de quebra”, um espirito separado de Deus – morto.
- Nascemos com toda essa carga ...  Romanos 5:12.
- Vivemos no nível adâmico... Romanos 6:12
- Adão tem a ver com a velha natureza, o velho homem; separado de Deus.
- Quando vivo com ira, ódio, fofoca, maldizendo, murmurando, adulterando, mentindo, preguiçoso, roubando, no vicio, ressentido, magoado, briguento, rixoso, avarento, acusando, debochando e etc. É o “Adão” em mim.
- O conselho divino (Pai, Filho, Espirito Santo) decidiu que um dos membros da Triunidade deveria dar a sua vida para salvar a raça humana deste estado de morte. Anjos e muito menos o próprio homem poderia fazer essa obra. (Atos 2:22-24).
- O que trouxe ou gerou a queda de Adão para os seus descendentes? Todas as mazelas que temos e vemos a nossa volta. Mas, a obra de CRISTO trouxe a vida. Romanos 5:12 -21.
- A natureza adâmica foi vencida por Cristo, não precisamos viver dominados pelo pecado (por Adão). Romanos 6:1 -6)
- Por que pecamos? Pecamos por habito, pecamos porque cedemos ao pecado. “Não reine, portanto o pecado” – O pecado não pode mais nos governar ditando o nosso comportamento e estilo de vida. Romanos 6:12,13.
- É muito fácil andarmos com as velhas desculpas: “carne fraca”, “cair é do homem”, “foi o diabo”. E assim seguimos sem uma vida profunda com Deus. Seguimos anos e anos com um evangelho arrastado, mecânico e religioso que não causa impacto algum na sociedade. Não foi assim com a igreja primitiva. Os apóstolos do Cordeiro e Paulo sacudiram aquela época. E nós? Chega de vivermos choramingando e vencidos pelo pecado; sendo motivo de piadas.
- Jesus disse que a carne é fraca, mas antes diz que: “na verdade, espirito está pronto...” (Mateus 26:41). A obra Já foi feita no seu espirito, já está pronto, está consumado. Vamos então “extrair” da vida de Deus no nosso espirito regenerado pelo Espirito Santo.
- Cristo crucificou o nosso velho homem com ele, e depois o sepultou com ele para que possamos viver uma nova vida. Só precisamos tomar posse dessa nova vida. Efésios 4:21 -32 e Colossenses 3:1 -10. A obra foi completa.
- Diz a palavra: “Mortificai os vossos membros...” Como mortificar a carne?
- Deixando a vida do NOVO HOMEM EM Cristo fluir.
- Onde está a nova vida em mim? Onde aconteceu o milagre do Novo nascimento? No meu espirito!!!!!! Aleluia!!!!!!!!!    Gálatas 5:16
- “Andai em Espirito”. Posso andar no Espirito praticando a oração no espirito ou aumentando o volume (quantidade e qualidade) de oração no espirito.
- Nossa alma adâmica quer orações rápidas, superficiais. Somos uma geração que desaprendeu a orar. Precisamos voltar as Escrituras urgentemente!

- Deus já nos deu os recursos para que possamos ter uma vida no Espirito.
- Um deles chama-se: Oração em línguas.
- Todo reino tem um idioma. Ex.: Reino Unido, o idioma é o inglês.
- Nós nascemos de novo e pertencemos ao Reino de Deus. São João 3: 3 e 5
- O idioma desse Reino é: LINGUAS.
- Quando nascemos de novo, somos batizados no Espirito Santo, portanto, as línguas já estão no espirito do nascido de novo.
- Ao nascer naturalmente no Brasil recebemos o idioma português, ao nascer no Reino de Deus recebemos as línguas do Reino. Quem no-las dá? O ESPIRITO SANTO.
- O dom de línguas na igreja ainda iniciante (ou primitiva) era praticado constantemente. I Cor. 14:26 – 30, 39.
- Esse dom foi sendo abandonado, abafado. A religiosidade e conformidade com o sistema mundano ensinaram a igreja que bastava orar no idioma natural ou nas reuniões da igreja. Pronto, era o suficiente.
- Interessante que em épocas de avivamentos este dom vinha à tona, porém, logo se esfriava novamente. Penso que foi uma estratégia maligna para que houvesse pouco avanço da igreja.
- Se a igreja nos seus primeiros anos tinha um problema por falar DE MAIS em línguas; nós temos um problema que é o falar de menos.
- Existem ministérios que tem aversão às línguas, não aceitam. Dizem que foi para o tempo dos apóstolos. “Não é necessário falar em línguas nos nossos dias”, dizem eles.

O dom de línguas tem pelo menos cinco operações
Vamos ver apenas 02 tipos por agora:

01 – Língua como sinal para o incrédulo: I Coríntios 14:22
         A pessoa fala em uma língua que não aprendeu e o ouvinte o entende.
Exemplo: O menino judeu que foi ao culto convidado pelo coleguinha cristão e a irmã que não sabia hebraico, fala em línguas na reunião. E depois, o menino judeu foi saber do pastor se alguém ali sabia falar hebraico. Porque a mulher havia dito em hebraico que era para ele aceitar a Jesus, que ele era o Messias. A irmã era uma lavadora de roupa que mal tinha estudado. Aleluia! É assim que Deus faz.
Exemplo: As pessoas ouvem na língua materna, apesar de a pessoa falar em outro idioma. Veja Atos 2: 7 – 13.

02 – Línguas para edificação

É a língua com a qual nos edificamos, construímos e nos fortalecemos em Deus. I Coríntios 14:04.
No grego a palavra edifica é: oikodomei que significa: construir. É a língua com a qual nos construímos em Deus.
- Essa língua não pode ser interpretada.
- Quando Deus quer que as línguas sejam interpretadas então Ele dará “tipos de língua” ou “variedades de línguas”. (I Cor. 12:28).
- Nas línguas para a edificação aquele que fala entra em conexão direta com o trono da graça. I Cor. 14:02.
* Essa prática faz crescer a fé e a vida espiritual.
* Coloca a pessoa em comunhão direta com Deus por meio do Espirito Santo ultrapassando a capacidade da mente.
- Diz o texto que: “em espirito fala de mistérios”, portanto, não é para ser interpretado.
- Os mistérios que oramos não são mistérios para Deus. Os mistérios são para nós. Os mistérios que dizem respeito a “Cristo em nós esperança da glória”. (Colossenses 1:27)
-Ao orarmos em línguas o máximo de tempo que podermos, vai sendo inserido e/ou ativado no nosso intimo mais da vida de Deus. Quando oramos em línguas estamos propiciando que desabroche mais e mais da personalidade e caráter de Cristo em nosso ser.
- Haverá mudança e crescimento espiritual. Prepare-se para o sobrenatural e para ser usado (a) pelo senhor.
- Não se trata de abandonar a oração que vem da mente (em português) devemos orar assim também. Entretanto, podemos nos aplicar mais a oração em línguas.  Os nascidos de novo em Cristo têm as línguas do Reino em seu espirito; só precisam falar, ou seja, ora-las.  I Cor.
- Nos cultos públicos, nas casas, com visitantes devemos nos conter por uma questão de prudência e orar em português. I Cor. 14:15 e 19
- Orar em línguas é uma prática que pode ser regulada. Não é preciso gritar para chamar atenção nem agir de modo excêntrico e espalhafatoso. Às vezes você pode ficar apenas sussurrando para não incomodar quem estiver ao lado dormindo em casa ou ouvindo a palavra no culto. I Cor. 14:28.
- Paulo tinha essa prática e falou com autoridade para colocar ordem no seu uso na igreja. Ele disse que não era para proibir as línguas, mas que houvesse ordem no culto. I Cor 14:18 e 39.
- Oração em línguas não é para dizer que você é o mais espiritual ou o mais dotado da congregação. É porque você é tão necessitado quanto os demais e você reconhece isso.
- Orar as palavras que vem da mente é benção. Porém, é limitado e superficial. Se eu posso “otimizar” minhas orações então por que não? I Cor. 14:14 diz que meu espirito ora de fato ou o  meu espirito está em oração.
- Esse processo de edificação é espiritual, não é produzido pela mente. Por isso Paulo diz que o entendimento fica sem fruto. A solução encontrada por Paulo foi: “Orarei com espirito, mas também orarei com o entendimento...” I cor. 14:15 Você pode unir os dois e manter um equilíbrio.
- Observação: Este processo é de edificação em Deus. Saiba que o Espirito poderá descontruir em você algumas estruturas carnais, enganos, vícios, religiosidade, palavrões, etc. Talvez você se sinta desconfortado porque o Espirito Santo poderá ti mostrar áreas que precisará de mudança. Esteja pronto. Eu comparo isso a uma campainha ou sirene que tocará bem forte dentro de você para buscares mais santidade e concerto na sua vida com Deus. Sua vida não será mais a mesma!
- Orar em línguas é como um carregar a bateria espiritual. Então, mãos a obra!
- Os demais dons se manifestam quando o Espirito Santo quer. As línguas para a oração pode ser praticada quando o crente quer. Em casa, nos afazeres, dirigindo o carro, andando, ao banho, etc.
- É você quem ora. Paulo disse: “Orarei”. I Cor. 14, 28
- O nível de entendimento e sensibilidade espiritual aumentam quando dedicamos longos períodos em oração em línguas.
                   Lembre-se: Aquele que ora em línguas é edificado: Só um edificado pode edificar outro. Talvez tenhamos uma igreja hoje tão infantil, estrambelhada e inventando truques para ganhar pessoas porque muitos que a lideram não estão se edificando em Deus.


Conclusão:

            Precisamos muito orar em línguas. Não é só por causa do nosso  chamado ministerial. É porque  queremos estar mais sensíveis a presença do nosso ABA e REI. Queremos desfrutar de mais comunhão com Ele.
            Estamos cansados desse evangelho diluído na igreja. Não podemos nos satisfazer com essa situação que vive a igreja. São tantas pessoas vazias do Espirito. É de doer o coração!
            Ajude-me em suas orações, por favor. E que venha o fogo do reavivamento do Espirito sobre nós!!!
            Leia a sua Bíblia, medite na Palavra, tenha sempre um som com louvor, e a medida do possível pratique jejuns.
            Que Deus ti abençoe!
Se quiser cooperar voluntariamente com oferta missionária para mantermos o aluguel de um salão da “Comunidade Edificar” no bairro Feira IX e ganharmos vida para serem edificadas em Cristo aqui em Feira de Santana – Ba, deposite sua oferta em nome de: Josenildo Carlos Neris Ferreira, Banco: Caixa Econômica Federal, Agência : 068-0, Operação: 023, Conta: 00030176-0.
Ou faça contato:
(75) 8271-9672(claro);  (75) 9127-7157(tim) ou E-mail.
Independente de sua oferta financeira, não deixe de interceder por nós junto a Deus!



quinta-feira, 12 de março de 2015

SEJA UM PARCEIRO DA MISSÃO E COMUNIDADE EDIFICAR

A Graça e Paz do Senhor Jesus,

Aceite nosso abraço.

                 J
á faz algum tempo que estamos residindo aqui em Feira de Santana – Ba.
            A nossa rotina aqui tem sido trabalhar (estou trabalhando em um condomínio como agente de portaria a quatro anos) e terminando o curso de Bacharelado em teologia agora em agosto/setembro de 2015). A Pastora Sônia esta cursando música e dando aulas de musicalização em duas escolas infantis. O nosso filho Kalel está estudando. Moramos de aluguel em uma casa modesta.
            Temos dado apoio a alguns ministérios aqui em Feira pregando, ensinando, dando  cursos para obreiros, ministrando louvor, e  ministrando em congressos. Tudo isso tem sido benção em nossas vidas!
            Bem, chegou o momento de iniciarmos um projeto missionário nesse lugar e preciso das suas orações e oferta missionária. Trata-se da estabelecermos uma congregação “COMUNIDADE EDIFICAR”.  É um projeto sério de evangelismo, culto nos lares, socorro aos necessitados, ensino da palavra, muita oração, adoração, libertação aos cativos, avivamento  e edificação de vidas em Cristo.
            Precisamos do seu apoio para alugarmos um espaço (um salão) e começarmos esse projeto.  Mas, preciso lhe dizer que essa ajuda deverá ser feita com regularidade até obtermos sustentação própria.  Portanto, caso tenha interesse em ofertar nesse projeto coloque no seu coração determinação estabelecendo uma aliança de contribuição mensal. Seja nosso parceiro nessa obra missionária!
            Comprometemo-nos com aqueles que nos apoiarem: Enviar todos os meses informações do andamento do trabalho com fotos e relatórios. 
            Comprometemo-nos também, caso seja necessário, ajudar os nossos parceiros nos deslocando aos seus ministérios para servi-los com os nossos dons e talentos.
            Antes de nos dizer sim ou não, PEÇO QUE VOCÊ ORE AO SENHOR. Nós somos membros do corpo de Cristo. Estou lhe comunicando essa necessidade de ajuda porque sou membro do corpo tal como você. E, os membros do corpo não são egoístas, não disputam, mas ajudam um ao outro.
          Caso queira me ligar ou fazer contato: (75) 8271-9672 (claro), (75) 9127-7157 (tim) E-mail: Josenildo.edificar@hotmail.com   e chat do facebook
            Conto com suas orações por nossa vida independente da oferta missionária. Não se disponha a nos ajudar nesse projeto sem antes buscar ao Senhor.


Um abraço com carinho:       Pr. Josenildo.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

O POVO DA CRUZ. MAS, QUAL CRUZ? 

                                              

                                 Os apoiadores do Estado Islâmico estão querendo vingar seus antepassados e juram perseguir e matar 'O POVO DA CRUZ"  - os cristãos em geral (evangélicos, povo do ocidente, Estados Unidos e católicos estão no pacote). A tal vingança é uma referência  às cruzadas realizadas pela igreja a séculos  atrás quando a mesma  em nome de um cristianismo religioso e perverso; trucidou milhares de inocentes , principalmente os mulçumanos. A história fala disso (não há como negar). Após  centenas e centenas de anos  aflora com uma força vulcânica o ressentimento religioso e, em nome da religião vem mais derramamento de sangue por ai por ai. Isso é tudo o que a religião (seja ela qual for) tem para oferecer: MORTE. Vale salientar que os islamitas fanáticos apregoa a morte aos que não professam a fé islã. Para eles vale matar e morrer em nome da religião. Em seu ministério terreno o nosso Cristo combatia a religiosidade da época e  foi morto por fanáticos religiosos. O Cristo Eterno nunca pregou religião, nunca estimulou religiosidade  alguma - aliás, ele procurou desconstrui-la na vida das pessoas! Veja o diálogo dele com a mulher samaritana em S. João 4. Jesus não veio implantar religião (o que nós chamamos cristianismo não foi ideia dele). Jesus veio ANUNCIAR O REINO DE DEUS! (leia a Bíblia). Os cristãos até o terceiro século viviam a mensagem de Cristo e o EVANGELHO DO REINO  de forma pura e simples. Até ai, tudo ia muito bem.  Esse cristianismo utilitarista, interesseiro, politico, manipulador, odioso e mortal veio após Constantino, certos papas e "santa inquisição". O cristianismo dai em diante tornou-se  pura religião com as mais terríveis maldições semeadas sobre a face da terra (leia um pouco de história das religiões). Dito isto, Eu quero dizer que "sou do povo da cruz". Não das cruzadas malignas e diabólicas. "Sou do povo da cruz"- Não do cristianismo mercantilista  americanizado e muito menos abrasileirado. "SOU DO POVO DA CRUZ" - Mas sim do povo que toma a cruz para seguir Jesus o Cristo que nos ordena a assim faze-lo! Por esse EVANGELHO DO REINO vale a pena morrer e morrerei se preciso for! Por qual cruz você quer morrer? A cruz do cristianismo - religião ou a cruz do reino de Deus que diz respeito a: amor, paz, alegria? Por qual vale a pena morrer? Pense nisso!