sábado, 4 de fevereiro de 2012

O PODER OCULTO DO DINHEIRO


                            O seu poder é sutil, praticamente imperceptível; porém, não há como nega-lo. O dinheiro tem poder e influência tão elevados que não podemos calcular. Se não, vejamos:

                           * A corrupção que se alastra nos governos internacionais e governo brasileiro tem como principal motivador a ganância por dinheiro. E assim, assistimos: muitos camassos de dinheiro em malas, sacos, meias e até cuecas... são as propinas, os pagamentos de favores e acordos políticos. Sem agravar a todos, mas, é desse jeito que muitos homens públicos agem. Eles querem dinheiro a todo o custo. Querem ocupar cargos e obterem riquezas.
                             Por causa de dinheiro casamentos são dissolvidos quando a situação financeira da família entra em crise. Separações ocorridas em muitas casais tem como razão principal problemas econômicos. Embora que alguns conjuges tentem negar, justificando outras causas. A verdade, é que muitos casamentos começaram  por interesse monetário. E o amor durou  enquanto a grana estava bem.  Havendo dinheiro tudo segue satisfatoriamente e o casamento fica de pé. Porém,   o inverso disso também é verdadeiro. 
                                Um relacionamento conjugal sustentado a dinheiro deveria ter algum nome empresarial ou comercial. Acho que acentaria melhor.
                                 * Igrejas são abertas meramente com objetivos de arrecadar fundos. Alguns líderes evangélicos dizem que tudo foi iniciado porque tiveram revelação ou descobriram uma doutrina bíblica mais verdadeira, etc. 
                                    Na verdade, a maioria dessa conversa é pura estória. Com raras exceções, tem muita gente por tráz dos púlpitos só como um meio para se manter. Porém, quando leio os evangelhos, não vejo a igreja ou rebanho de Cristo como um negócio para bispos, apóstolos e pastores enriquecerem. E diga-se de passagem, esse "negócio" anda nas nuvens (literalmente em alta) porque a moda agora é que pastor bem sucedido (segundo eles) tem que ter bmw e jatinho. É algo bem diferente do ensinado por Jesus!
                                  O dinheiro é muito mais que uma moeda de troca ou meio de transações comerciais. Ele nos influência tanto e está tão ligado a nós que se não tivermos cuidado passamos a adorá-lo; pois, ele tem o poder de conquistar nossa adoração e amor.
Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.(Mateus 6:24)
Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.(1 Tim. 6:10)

                                       Por que a maioria das pessoas estão indo as igrejas? Respondo: Apertos financeiros. Por que a maioria dos crentes dizimam sem saber a fundo o tema?  Respondo: Medo do devorador de Malaquias 3:10. 
                                     Nunca se ganhou tanto dinheiro com o nome de Jesus como se tem ganhado nessa era. A igreja virou uma indústria que ganha furtunas com dízimos e ofertas. Entretanto, como as instituições do governo ela (a  igreja) produz muito pouco. A prova disso está ai a nossas vistas. Que impacto a igreja tem causado na sociedade quando ser evangélico hoje em dia virou moda ao invés de ser um rendimento total ao chamado de Cristo para segui-lo? Respondo: Pouquíssimo impacto. 
                                       Dinheiro se ganha trabalhando; sem precisar se matar por ele. Só Deus merece nosso amor total. Dinheiro se ganha com conhecimento sem no entanto, ser necessário a ambição desgovernada a ponto de adora-lo. Só Deus merece nosso culto!