sábado, 17 de dezembro de 2011

A Biblia e os extraterrestres (algumas perguntas)

                             Considero esse tema muito importante. E entendo que a igreja deveria aborda-lo com mais frequência. Além de ser um tema muito interessante, é também preventivo; porque se não houver um ensino que seja ao menos o básico à luz da Bíblia, certamente deixará o povo a mercê do engano que prolifera mundo a fora.
                               Tendo assistido e ouvido atentamente alguns  palestrantes e pesquisadores; vendo   alguns vídeos com documentários sobre o assunto vem em nossas mentes algumas perguntas:                                                                         
                               
                               1) ETs, Ovnis, extraterrestres, seres intergaláticos... do que se trata? 
                               2) O que a Bíblia diz sobre o tema?
                               3) Quem são os extraterrestres?
                               4) Desde quando eles vem (ou estão) entre a humanidade?
                               5) Eles querem dominar as nações da terra ou apenas ajuda-las com suas  grandes experiências e conhecimentos avançados?
                               6) Eles realmente podem copular (unir intimamente) com o humano?
                               7) Os gigantes da antiguidade (os nephilins) foram resultados dessa união?
                               8) Muito do que sabemos hoje a nível cientifico e tecnológico foi-nos passado por eles?
                               9) Qual a verdadeira intenção deles com a raça humana?    10) As visões que os profetas bíblicos tiveram (com seres estranhos e rodas de fogo girantes) tem alguma relação com o assunto?

                                    Eu sugiro que você invista um pouco do seu tempo assistindo o vídeo ao lado com bastante atenção e por certo aprenderá muito com o pastor Caio. Depois deixe seu comentário por favor.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

GANHA MAIS QUEM MANIPULA MAIS

                                 Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;  (Colossenses 2:8)

                                A manipulação é um expediente velho. Está presente no mundo desde a queda do homem. Defini-se a mesma como: "... controlar diretamente ou indiretamente um objeto, regra, animal ou pessoa para atuar de uma determinada forma de acordo com os desejos do agente manipulador." (Wikipédia).
                                  É lamentável, mas temos que admitir que no meio evangélico a manipulação tornou-se  a arma mais utilizada em nome de Deus para se fazer "discípulos" e arrecadar dinheiro.
                                   Os líderes dizem com voz suave ou aos berros (depende do estilo e temperamento dele)
                                 - "Estou sentindo uma unção  tremenda aqui. A presença de Deus é forte nesse lugar..."
                                 - "Irmãos, Deus me chamou... Deus me revelou... Deus me mandou..."
                                 - " Igreja, o mistério aqui é profundo... Estou todo arrepiado!"

                                Chega! não é preciso ir com mais exemplos. São frases sugestivas, cuja finalidade é criar a impressão de algo sobrenatural, transcendente e misterioso para que as pessoas ceda aos apelos e desafios do ofertório que virá sem tardar. Observe se não é assim? O apóstolo Paulo disse:
Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. (Romanos 1:16 grifo meu). Veja que não há nenhuma obrigatóriedade. É salvação doada a todos, porém, é para quem crê. E só crê quando se  entende; e só há entendimento quando o cérebro decodifica a mensagem. Posso dizer com todas as forças:  O Eterno abomina a manipulação! As coisas de Deus são espontâneas, regidas pelo amor e respeitando o principio da liberdade de cada individuo.
                                  Entendo que o que muita gente chama de igreja, culto e adoração por ai, não passa de engano. Eu agradeço a Deus por abrir meus olhos!
                                  Esteja tento às repetições prolongadas (falada ou cantada), gritos constantes , orações e mensagens, gestos espalhafatosos, choros descontrolados, revelações  "a torto e a direita". As vezes esses elementos podem produzir resultados de histeria em massa.
                                  Há um grande interesse em muitos líderes evangélicos, religiosos, políticos e empresarial no controle de massas. E para tanto se utilizarão das mais diversas estratégias de manipulação. Eles estão dispostos a jogar com o pensamento, sentimento e comportamento do povo. Não medirão esforços para dominar a vontade e mente dos indivíduos levando-os a agir como eles querem. Diga-se de passagem, o sistema tem tido muito sucesso no quesito manipulação; visto que dispõe de grande poder e controle sobre a sociedade. Permita-me dar algumas dicas para resistir a manipulação:
 1 - Não permita que desviem sua atenção de problemas ou temas importantes (seja social ou religioso) para informações insignificantes ou sem importância. Isso pode ser uma estratégia para entreter  você. O objetivo é  fazer com que você não  pense em problemas   reais e distraí-lo com coisas bobas.
2 - Cuidado com o apelo emocional - Essa é uma maneira de "queimar" a análise racional. Visa tirar o senso crítico do ser humano. Você deve saber que na base da emoção pode-se implantar idéias, heresias, paranóias, medos, etc.
3 - Cuidado, não aceite a mediocridade - Querem que consideremos como fixo o fato de ser idiota, vulgar e inculto. 
4 - Não aceite a ignorância - Busque o por que, questione os métodos e o estabelecido. Veja quais as razões não vá aceitando tudo de pronto.
5 - Cuidado com a teologia da submissão incondicional - Submissão  no  Senhor é inteligente; não há medos e receios. Porém, alguns líderes estão se apoderando das almas dos homens. Isso é maligno.

             Precisamos vigiar e orar e termos cautela com mensagens, músicas, ensinos, propagandas, etc. É preciso saber ouvir. Como disse Paulo: "Tende cuidado..."
Nele, que nos chamou para liberdade.
Josenildo.